Controlar a psoríase

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

psoriase

A psoríase, apesar de ser uma doença crónica e irritante, não é contagiosa. Na maioria dos casos, o seu aparecimento é consequência de uma herança genética.

Costuma apresentar-se em todo o seu “esplendor” aparecendo nos joelhos, cotovelos, por trás das orelhas ou mesmo no couro cabeludo, quando a pessoa que padece deste problema passa por estados de stress ou nervosos.

Nestas alturas em que as lesões da pele são mais visíveis e nalguns casos até mesmo dolorosas, existem alguns remédios caseiros económicos que num curto período de tempo podem ajudar a melhorar e a recuperar deste problema. Por exemplo, o sabão caseiro que era utilizada pelas nossas mães e avós e que era feito de azeite e soda caustica. Outro bom remédio, embora não esteja ao alcance de todos, é tomar banho na praia, uma vez que o sal e o iodo existentes na água do mar fazem com que a recuperação das lesões na pela seja muito mais rápida.

Por outro lado, outro excelente tratamento natural que se pode obter em qualquer loja de sabões artesanais é o composto por champô (em pastilha), sabão e loção para o corpo de arvore-do-chá.

Ambos os tratamentos podem ser feitos diariamente, a não ser que seja alérgico a algum dos seus componentes (soda, azeite, glicerina…), e não provocam irritações na pele.

Há que ter algum cuidado na utilização de produtos com Aloé-vera, já que na maioria dos casos, este componente tão benéfico para o tratamento de outras irritações cutâneas pode ser muito prejudicial para a psoríase. Se utiliza qualquer produto com este componente, é preciso estar muito atento à evolução das feridas na pele.

À parte destes tratamentos naturais, se pedir ajuda ao seu médico, este lhe dará as melhores indicações para controlar o problema da psoríase. Nunca deixe de pedir a opinião dele.

loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...