Como tratar as queimaduras caseiras

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

queimaduras

Água a ferver, fogões quentes ou substâncias químicas corrosivas são apenas alguns dos potenciais perigos que podem provocar queimaduras quando estamos no aconchego do nosso lar, especialmente em zonas como a cozinha ou a casa de banho.

Mas, e se isso acontecer, será que está preparado para tratar uma queimadura? Por muito precavido que possa ser, não é possível controlar a 100% todos os perigos. Por isso, tome atenção a este artigo se quer aprender a lidar com estas situações.

Este é apenas um pequeno guia com o que deve ser feito no caso de sofrer uma queimadura doméstica:

 

  1. O primeiro e mais lógico conselho que podemos dar é evitar qualquer novo contacto entre o agente causador da queimadura e o seu corpo. Com efeito, o mais provável é nem sequer ter de se preocupar com isso, pois o seu cérebro irá automaticamente fazer com que evite novo contacto com o que causou a dor. É aquilo que normalmente designamos por acto reflexo.
  2. Abra a torneira e deixe cair água fria abundantemente sobre a zona afectada de forma a eliminar os restos do agente que provocou a queimadura (queimaduras por produtos químicos), e a reduzir a inflamação e acalmar a dor.
  3. De seguida deve analisar a queimadura para determinar de que tipo é, e qual a sua gravidade, pois desta forma saberá se poderá curá-la em casa ou se terá de recorrer a ajuda médica. Embora nos casos mais graves nem sequer valha a pena pensar duas vezes e deva imediatamente recorrer a ajuda médica, noutros casos isso nem sempre é tão fácil de determinar, no entanto nunca ignore uma queimadura e tente sempre tratá-la com o maior cuidado. Se não tiver a certeza da gravidade recorra aos serviços de urgência do hospital mais próximo. Lá saberão sempre qual a melhor forma de tratar a queimadura.
  4. No caso de ser uma queimadura mais leve, bastará aplicar um anti-séptico e um curativo para evitar possíveis infecções que podem acontecer após a queimadura. Mas se o caso for mais grave (queimaduras graves em mais de 10% da pele, acidentes com electricidade, por ingestão de substancias corrosivas, na cara, na zona genital, pés ou mãos, etc.) é imprescindível que recorra aos serviços médicos de urgência. Não se esqueça de cobrir a zona afectada com um pano humedecido.Cuidado com alguns remédios caseiros como a lixívia ou a pasta de dentes, porque na realidade são prejudiciais para as feridas (aumentam a gravidade da queimadura e irritam a zona, respectivamente). Evite-os para não piorar a situação.
loading...

Deixe o seu comentário