Como evitar e curar a faringite

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Durante o verão as pessoas usam roupas mais leves, mas quando chega o outono e o tempo mais fresco não é só a roupa no armário que é afectada. Com a queda das temperaturas, as pessoas ficam mais vulneráveis ao arrefecimento das vias aéreas superiores que é por onde os vírus entram. Também os ambientes mais pesados favorecem a transmissão das infecções. É nesta altura que muitas pessoas são afectas pelo que é designado por faringite. Por sorte, podemos encontrar nas farmácias uma grande variedade de medicamentos que aliviam os sintomas, sem esquecer os tradicionais remédios caseiros. Entre os mais comuns temos o paracetamol e o ibuprofeno.

A faringite não deixa de ser apenas mais uma inflamação da faringe causada por algum tipo de alergia ou irritação, normalmente devido a um ambiente demasiado seco ou a uma exposição ao ar condicionado, ao aquecimento e ao fumo do tabaco, mas também pode acontecer quando estamos demasiado próximos de pessoas que estão infectadas.

A faringite pode ser de dois tipos: viral ou bacteriana. Cada uma requer o seu próprio tratamento e por isso será melhor consultar um médico para fazer um melhor diagnóstico.

faringite

As infecções virais da faringe são as mais habituais e predominam nos meses de Outubro e Novembro. Costumam curar-se em poucos dias e o seu tratamento consiste em aliviar os sintomas como a dor de garganta, a tosse, a comichão, a febre, a congestão nasal e a mucosidade. Por outro lado, convém dizer que as crianças costumam sofrer vários episódios durante o ano de rinofaringite ou de faringite, em que a dor de garganta se manifesta juntamente com os sintomas nasais. Para combater a dor e a febre recorre-se a medicamentos antipiréticos. Se também houver tosse, é possível usar xaropes antitússicos.

Por outro lado, as infecções bacterianas devem sempre ser tratadas com antibióticos.

Estes medicamentos podem ser combinados com outros remédios mais caseiros, como por exemplo, tomar um pouco de mel que será provavelmente a solução mais tradicional. Os gargarejos com folhas de eucalipto e água quente também ajudam a travar a infecção, a irritação e a inflamação das amígdalas.

Pode também aquecer um copo de água a uma temperatura que aguente facilmente na boca. Misture 1 colher de sopa de sal grosso e 2 colheres de sopa de vinagre. Mexa bem até derreter o sal e bocheche várias vezes a garganta com este preparado. Não é um tratamento muito fácil, porque em certas pessoas causa alguns vómitos, mas é muito eficaz no tratamento da inflamação.

Finalmente, o último remédio caseiro que conhecemos. Descasque um limão e coloque todas as cascas dentro de uma panela com água (o equivalente a uma chávena de chá) e deixe ferver durante 5 minutos. De seguida retire do lume e deite apenas a água numa chávena, espremendo o limão todo lá para dentro. De seguida deite 5 colheres de sobremesa bem cheias de mel e mexa muito bem. Não beba enquanto estiver demasiado quente. Deixe ficar morno para poder beber.

loading...

Um comentário

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...