O chocolate não engorda. Verdade ou mentira?

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

chocolate

Todos estamos mentalizados de que o chocolate engorda e que é um alimento que deve ser evitado, mas, o que dizem realmente os estudos sobre tudo isto?

Até há muito pouco tempo, todos pensavam que o chocolate engordava e que por isso era um alimento que se devia consumir em quantidades moderadas. Actualmente este pensamento mudou devido a alguns estudos, como o realizado por um grupo de investigadores da Universidade de Granada (Espanha), que demonstrou cientificamente que comer chocolate não só não engorda como ainda comer muito chocolate está associado a níveis mais baixos de gordura total (de todo o corpo) como central (na região abdominal).

Esta investigação está contextualizada dentro de um estudo pedido pela União Europeia sobre os hábitos alimentares dos jovens de nove países europeus, bem como do seu estilo de vida (níveis de actividade física, hábitos, etc.). Para o efeito contou com a participação de 1.458 adolescentes com idades compreendidas entre os 12 e os 17 anos.

Os resultados mostraram que, independentemente da idade e do sexo, os jovens que consumiam mais chocolate tinham níveis mais baixos de gordura total e central. Também foram controladas outras variáveis como a maturidade sexual, a ingestão energética total, a ingestão de gorduras saturadas, frutas e verdura, o consumo de chá e café, e a actividade física dos participantes.

 

Benefícios do chocolate

Não só o chocolate não engorda como o consumo deste cacau em adultos está relacionado com um menor risco de vir a sofrer futuramente de problemas cardiometabólicos.

O chocolate é também rico em flavonóides e especialmente catequinas.

O chocolate é um desses alimentos considerados como sendo antidepressivo, mas tem ainda muitas outras propriedades, como por exemplo, ser um excelente antioxidante, antitrombótico e anti-inflamatório, anti-hipertensivo e pode mesmo ajudar a prevenir a cardiopatia isquémica.

loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...