Alimentos que provocam insónias

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

insonia

Durante o verão é normal que seja mais difícil dormir devido às alterações de hábitos e ao aumento da temperatura, o que afecta directamente o organismo. Agora que chegaram os dias mais frescos este problema é menor, mas há mais factores que contribuem para os problemas de insónias e um deles é a alimentação. Sabia que, por exemplo, existem alimentos que são prejudiciais para um sono tranquilo? Se quiser saber quais são e dormir tranquilamente durante todo o ano, leia atentamente o resto deste artigo.

Muitos não o sabem, mas as carnes fumadas e de conserva, como o presunto, o toucinho ou as salsichas, contêm altos níveis de um aminoácido chamado tiramina, que provoca a libertação de noradrenalina, um estimulante do cérebro que nos mantém alerta e atentos.

Também o chocolate contém um aminoácido estimulante: a tirosina. Um pequeno pedaço de chocolate pode fazer com que estejamos alerta o suficiente para não conseguirmos dormir. As bebidas energéticas como o Red Bull, para além de serem ricas em cafeína, contém taurina, um aminoácido que aumenta o estado de alerta e a adrenalina.

Para além destes alimentos, o molho de tomate, os pimentões, pizzas e alimentos picantes em geral, para além de poderem provocar transtornos digestivos, são uma origem habitual de problemas para conseguir dormir, embora muitos não acreditem. Os alimentos ácidos ou picantes podem causar refluxo, acidez estomacal e outros sintomas que podem mesmo interromper o sono.

Por último, não podemos esquecer o álcool, uma vez que o consumo excessivo pode transtornar a sequência do sono e fazer com que uma pessoa desperte varias vezes durante a noite e tenha dificuldades para voltar a conciliar o sono e dormir profundamente.

loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...