A retenção de líquidos: origens, causas e remédios

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

A retenção de líquidos, também chamada de hidropsia, afecta milhões de mulheres, não constitui uma doença mas é um sintoma de outras.

Por isso e antes de se começar a queixar que tem retenção de líquidos, deveria preocupar-se em saber se a causa poderá ser alguma doença do coração, dos rins ou do aparelho digestivo, e pedir ajuda ao seu médico.

 

O que é a retenção de líquidos?

A retenção de líquidos é a consequência da acumulação de líquido nos tecidos do corpo.

Acontece quando existe um desequilíbrio entre as forças que regulam a passagem dos líquidos de uma zona para outra. Se a passagem de água é abundante do espaço Intravascular ao intersticial, acontece a retenção de líquidos.

O nosso organismo através de um complexo sistema de hormonas, está constantemente a ajustar os níveis de líquidos para que se mantenham constantes. Por isso se beber mais água do que a conta, não acontece nada uma vez que é eliminada pelos rins em forma de urina ou através das glândulas sudoríparas.

O problema ocorre quando, por algum motivo, o corpo é incapaz de eliminar todo o líquido necessário para manter este equilíbrio, pelo que se produz a chamada retenção de líquidos.

retenção de líquidos

A que se pode dever a retenção de líquidos?

Dentro desta anomalia/sintoma pode haver dos tipos, consoante as suas causas;

  • Factores orgânicos: Inflamatórios, problemas de circulação, doenças próprias de certos órgãos.
  • Factores quotidianos: O sedentarismo, o stress, a tomada de medicamentos, factores climáticos.

 

Retenção de líquidos durante a gravidez

Pelo menos 50% das mulheres sofrem deste problema em algum momento, sobretudo durante o terceiro trimestre. Por causa das alterações hormonais que acontecem durante a gravidez, costuma haver um ligeiro inchaço nos tornozelos e nos pés.

Não é muito preocupante, embora seja aconselhável comentar essa situação com o ginecologista.

Se o inchaço for excessivo e estender-se à zona das mãos e da cara, então não perca mais tempo e vá rapidamente ao seu médico.

 

Remédios contra a retenção de líquidos

  • Faça exercício. Qualquer exercício onde seja necessário mexer as pernas, facilita o trabalho dos rins. Se trabalha sentada levante-se pelo menos uma vez por hora e ande um pouco. Se não for possível, mexa os dedos dos pés para cima e para baixo, para que os músculos das pernas exerçam uma acção de bombeamento.
  • Natação. Vá para dentro de água (piscina, mar) e mexa as pernas. Pode descansar flutuando um pouco e mexendo as pernas ao mesmo tempo.
  • Nada de roupa justa. Isto também inclui as meias. Tente andar sempre o mais cómodo possível.
  • Beba água. Quanto mais beber mais vai perder, o melhor seria beber entre um a dois litros de água por dia.
  • Beba chá em jejum. De salsa, zimbro, folhas de oliveira, cavalinha, espargos frescos e pepino.
  • Coma alimentos ricos em potássio: as frutas e as verduras são ricas em potássio. Aconselha-se uma ingestão diária de cerca de 400 gramas destes alimentos como referência mínima.
  • Consuma alimentos com pouco sódio: Entre os alimentos com pouco sódio temos muitas frutas e verduras, embora algumas frutas como as maçãs, as pêras ou as cerejas sejam especialmente recomendadas. Alguns cereais como o arroz ou a aveia ou batatas. A soja ou outros legumes. Também pode beber leite e derivados.
loading...

Deixe o seu comentário