A L-Carnitina ajuda ou não a perder peso?

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

A L-Carnitina é uma substancia própria do nosso organismo que é sintetizada no fígado e nos rins a partir de aminoácidos como a lisina ou a metionina.

Esta substância é conhecida popularmente como um excelente recurso para queimar gordura, no entanto, a publicidade não a descreve em profundidade e a sua função é não é conhecida com exactidão.

A L-Carnitina é necessária no metabolismo das gorduras devido a que sem ela, os ácidos graxos não podem entrar na mitocondria para serem transformados em energia.

Ou seja, a L-Carnitina é um passo indispensável na oxidação das gorduras, o que muitos não consideram é que para que se inicie o processo da lipólise e que os ácidos graxos se oxidem, é preciso gerar um gasto calórico.

Consequentemente, com a simples ingestão de L-Carnitina não vamos conseguir queimar as gorduras. A L-Carnitina apenas irá ajudar quando na actividade física continuada seja necessário mais energia, e então sim, aí serão oxidados os ácidos graxos.

Por outro lado, considera-se frequentemente a L-Carnitina como sendo uma vitamina ou como um nutriente essencial para o nosso organismo, o que não é certo apesar de ser importante no metabolismo. A razão é simples, não é um nutriente essencial porque o organismo a pode produzir a partir de certos aminoácidos ou mesmo a podemos encontrar nalguns alimentos como as carnes e produtos lácteos.

Para a sua fabricação, o nosso corpo precisa da ajuda de certas vitaminas como por exemplo a vitamina C, a vitamina B6 e o ácido fólico. Também é necessário para a sua síntese, de ferro, que existe na carne.

Por isso, mediante uma dieta variada podemos obter todos os nutrientes necessários para sintetizar carnitina e também, carnitina já sintetizada.

Não existe nenhuma evidência científica que confirme um aumento no gasto de calorias pelo simples facto de consumir carnitina em suplementos, por isso, o papel da L-Carnitina na perda de peso apenas fica relegado à sua intervenção na oxidação das gorduras.

Sabemos isso sim, e está confirmado, é que a única forma de queimar mais gorduras é mediante a actividade física regular e o treino diário que, com o tempo, desenvolve a massa muscular e assim, aumenta o gasto calórico basal.

Por outro lado, o exercício aeróbico ajudará a nossa massa muscular a aumentar o gasto calórico, sendo necessária mais energia que a fornecida pelos hidratos de carbono, e isso, iniciará a oxidação das gorduras.

Embora não tenham sido observados efeitos secundários graves, em alguns casos foram no entanto observados sintomas de diarreia e problemas gastrointestinais.

Sabe-se ainda que em alguns casos de deficiência de carnitina na alimentação, como por exemplo os vegetarianos activos fisicamente, pode originar debilidade muscular.

A única equação que pode dar bons resultados para emagrecer é: dieta saudável + exercício físico regular – stress e outros maus hábitos.

Sem movimento corporal que estimule o gasto calórico, a L-Carnitina não terá nenhum efeito. Desta forma, a L-Carnitina apenas irá fazer-nos perder peso se tivermos um estilo de vida activo.

loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...